sábado, fevereiro 23, 2008

VIVA, SENHOR MINISTRO

Preparava-me eu para escrever algo sobre a invisibilidade do senhor ministro da Cultura quando me chegaram às mãos, uma notícia do Diário Digital e uma imagem da revista Notícias TV, do DN de hoje.

Comecemos pela notícia do DD, onde tomei conhecimento da participação do senhor ministro no lançamento de um programa de formação avançada em questões culturais para agentes das autarquias, em que ele salientou que a cultura é um «instrumento estratégico» do actual governo. Apesar de ter lido com muita atenção o texto, confesso que fiquei com a sensação, para não dizer a certeza, de que Pinto Ribeiro não tem a percepção real da falta de coordenação existente no seu ministério, quanto mais da falta de articulação entre este e a grande maioria das autarquias.

Fixei algumas frases da notícia como «a cultura pode ser gerida com tanta ou mais eficácia do que as outras áreas», ou «a área da cultura é uma das que maior crescimento terão na Europa durante os próximos anos, em termos económicos e de empregabilidade». Eu poderia subscrever qualquer das frases, sem qualquer rebuço, o que não quer dizer que elas façam parte da acção do Ministério da Cultura que temos.

O senhor ministro, que tão afastado se tem mantido da comunicação social desde que tomou posse, pelo menos no que respeita à clarificação dos seus projectos de actuação no âmbito da pasta que lhe foi confiada, talvez tenha perdido uma ocasião para apresentar em linhas gerais o seu plano de actuação até ao final da legislatura. Sei que não é fácil, com os constrangimentos conhecidos, mas a ocasião dava-lhe uma oportunidade de ouro para anunciar alguns objectivos na área do Património, na gestão do edificado e da paisagem, e na dinamização dos espaços culturais. As autarquias apontam nesse sentido, pude constar isso mesmo na nota justificativa da acção agora levada a cabo, e vinha certamente elevar o moral dos funcionários deste sector, descontentes e desmotivados, pela falta de meios e que aguardam há muito que surja algum sinal do ministério que está paralisado desde que se anunciou a sua reestruturação.

Não sei se o senhor ministro não tem efectivamente meios para anunciar os seus projectos, se ainda não teve tempo para definir um rumo de acção, ou se simplesmente se vai contentar em gerir os dinheiros e os projectos que herdou sem fazer grandes ondas, com o álibi de tem de honrar os compromissos assumidos da sua antecessora, e que portanto nada mais pode fazer. Estaremos por cá para comentar logo que se perceba o que é que o novo ministro tem em mente.


*** * ***
OUTRA REFERÊNCIA AO SENHOR MINISTRO DA CULTURA

*** * ***

FOTOGRAFIA

drag

PSA

*** * ***

CARTOON

Post 570

19 comentários:

Pata Negra disse...

Isto, no fundo, roda sempre à volta dos mesmos: casada com este, filho daquele, divorciado daquela, irmão por acaso do outro, amigo da escola... entrevistam-se uns aos outros, citam-se uns aos outros, masturbam-se uns aos outros! Enfim! As élites!...
Um abraço do povo

Meg disse...

Ó Zé,
Então o ministro não tem andado por Espanha, ou eu ando a ver e a ouvir mal?
Espera pelas novidades que elas não tardam.

Um abraço

Ludo Rex disse...

Epá, não li nenhuma destas notícias... Mas, 'instrumento estratégico' e 'empregabilidade' na Cultura... Não acredito nas palavras do Ministro. Ainda hoje estive à conversa com o meu ex-director, e no 'terreno' a realidade é bem diferente do que pinta o Ministro... A ver vamos... Bom post. Bom Fim de Semana

São disse...

O senhor ministro da cultura, que vi pessoalmente aquando da abertura do ano Vieirino na Academia de Ciências, está a surpreender-me pelo silêncio, efectivamente!
Ou será que já sabe que, segundo o que anda aí pelas bocas do mundo, foi escolhido por engano?
Feliz fim de semana e obrigada pelos parágrafos separados, amigo!

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querido Zé, bom fim de semana.
Beijinhos de carinho e amizade.
Fernandinha

zé lérias disse...

gabo-lhe a estratégia. Enquanto outros "apanham" por estarem mais expostos, este assobia para o lado... e lá vai "andando" (com as pernas da ana bela).

Bom fim de semana

Jorge Borges disse...

Caro Zé Povinho,
Se não fosse este teu post, nem eu mesmo, que, enfim, procuro estar informado, saberia nada da acção deste ministro a Cultura. Tem sido tão discreto, tão discreto, que lá parece que continuaremos a não ter Cultura em Portugal. Como convém a qualquer governo economicista neoliberal, aliás.
Um abraço amigo

Laurentina disse...

O homem quer passar despercebido ...a ver se não dá nas vistas, não vão querer que o "Monstro" fique sem tempo pa dar assistência á "Bela"!!!
Ele nem sabia que ia ser escolhido...foi engano, foi engano!!

Bom fim de semana
beijão grande

Laurentina disse...

O homem quer passar despercebido ...a ver se não dá nas vistas, não vão querer que o "Monstro" fique sem tempo pa dar assistência á "Bela"!!!
Ele nem sabia que ia ser escolhido...foi engano, foi engano!!

Bom fim de semana
beijão grande

Sophiamar disse...

Tu não me digas que o ministro apareceu.Tenho andado por aí e nem o cheiro. Ai a cultura por onde anda. Desaparecida.
Beijinhossssss

Kalinka disse...

Olá Xamuar
hoje apetece-me fazer uma pergunta parva, muito parva, quem sabe não estarei a dizer algo acertado? mas...também se estiver a dizer uma idiotice, mais uma, menos uma, que faz? estou virada do avesso e pergunto:
Para que quer a Cultura deste País, um Ministro?
A «nossa» cultura estaria muito melhor sem do que com...

Bem que adoraria tirar uns dias da minha rotina habitual, casa-trabalho e ir sem direcção, por aí...Mas será que queria mesmo? Sózinha...
estou cansada de andar sózinha...

Queria ter as rédeas da minha vida e das minhas vontades na mão, neste momento não pode ser AINDA...

Queres vir comigo ao cinema?

Bom fim de semana.
Um abraço.

SILÊNCIO CULPADO disse...

Zé Povinho
Ora aqui está um Ministro que sabiamente vai gerindo os seus privilégios sem se dar por ele. Assim não há nada a criticar nem a investigar. A Cultura é tão importante para o centrão que até já houve um ministro fantasma do PSD neste pelouro.
Um abraço

camélia disse...

BOM BLOG

Parabens
Chama-se a isso, pegar o touro pelos cornos.

* sou novo nisto, façam lá um link
do meu blog no vosso espaço.
Obrigado

adrianeites disse...

ai as pernas de ra...

lol

boa semana!

MARIA disse...

Ficamos pelo menos a saber que o ministro é um homem que sabe fazer-se feliz.
Já é um sinal de inteligência que não assiste a todos...
De resto não parece nada que ele tenha um "caldo de cultura" para ofertar. Por ora, só sopa...
Um beijinho amigo
Maria

elvira carvalho disse...

Por favor passe no Sexta-feira, quando puder.
Obrigada
Um abraço

bluegift disse...

Temos algum azar com os ministros da cultura... muitos alguns outros também...

Maria Faia disse...

Estimado Amigo Zé,

Esperemos que o Sr. Ministro esteja a fazer o seu próprio levantamento das necessidades e fragilidades do nosso "mundo cultural". Se assim for e, a partir daí nos apresentar um plano de acção que vá de encontro à resolução das graves carências que se vêm vivendo, valu a pena o silêncio.
Eu sou uma mulher oprimista por natureza...

Um abraço amigo,

Maria Faia

C Valente disse...

Lá falar bem falam eles, obras é que nada.
saudações amigas e uma boa semana