domingo, dezembro 30, 2007

A TODOS DESEJO UM BOM ANO


*** * ***

O ano passado


O ano passado não passou,

continua incessantemente.

Em vão marco novos encontros.

Todos são encontros passados.


As ruas, sempre do ano passado,

e as pessoas, também as mesmas,

com iguais gestos e falas.

O céu tem exatamente

sabidos tons de amanhecer,

de sol pleno, de descambar

como no repetidíssimo ano passado.


Embora sepultos, os mortos do ano passado

sepultam-se todos os dias.

Escuto os medos, conto as libélulas,

mastigo o pão do ano passado.


E será sempre assim daqui por diante.

Não consigo evacuar

o ano passado.

Carlos Drummond de Andrade


*** * ***
FOTOGRAFIA

Onakita

Onakita

15 comentários:

Francisco Castelo Branco disse...

Um bom ano para si e para o nosso povo.
Que em 2008 deixemos de ser Povinho e passemos a ser Povão.

Um bom 2008 e entrada com o pé direito do Olhar Direito

quintarantino disse...

Venho aqui propositadamente para te desejar um Próspero Ano Novo. Faço-o em meu nome pessoal, em sinal de reconhecimento pela amizade e estima.
E também em nome do NOTAS SOLTAS, IDEIAS TONTAS

MARIA disse...

Feliz ano novo para o meu querido amigo Zé Povinho e todos os seus.
Um beijinho amigo
Maria

Maria disse...

Bjs de Boas ENtradas!***

;-)

papagueno disse...

Boas entradas e um feliz 2008.
Um abraço.

Tiago R Cardoso disse...

Venho lhe desejar um Feliz Ano de 2008, que seja o realizar de todos os seus desejos.

Tiago

ruy disse...

O melhor ano possível.
abraço,
ruy

Vieira Calado disse...

Obrigado pelos votos, amigo.
Desejo-lhe um BOM ANO de 2008.
Um forte abraço,

Maria Faia disse...

Estimado Amigo Zé,

Sei que já é tarde... Porventura já está a sair para a sua noite de reveillon... Mas, mesmo assim, quero, antes que o ano termine, deixar-lhe um grande abraço amigo, com votos de muita saúde, paz, amor e alegria para 2008 e todos os anos que se lhe seguirem.

Maria Faia

Meg disse...

Amigo Zé,

BOM ANO NOVO!!

Um grande abraço

SILÊNCIO CULPADO disse...

Zé Povinho
Bem vindo ao Ano de 2008. Deixa-me dar-te um abraço e desejar-te tudo o que tu desejas que aconteça. Bonito este poema. Realmente tudo é passado mas nada é passado. Porque nós, ficando os mesmos, vamos também sendo outras pessoas. Não importa o dia da viragem. É preciso é que a esperança se mantenha.
Um abraço

adrianeites disse...

Bom ano recheado de muita saúde e alegria!

SILÊNCIO CULPADO disse...

Zé Povinho
Já ontem bebi uma taça do teu espumante e hoje volto aqui para beber mais uma.
Um abraço

ANTONIO DELGADO disse...

Caro Zé Povinho,
Desejo-lhe votos de um excelente 2008. Com muita de saude, cheio de felicidade e paz.

Votos também para os leitores e comnentadores deste espaço.

Um abraço
António

Anónimo disse...

Вот уже около год не живу, а существую. Он нашел другую, с которой хочет прожить развалины жизни. Из-за детей заставляет меня существовать беспричинно, наподобие ему хочется. А хочет он обитать на две семьи, сколько он теперь и делает. Покамест живет дома, однако оживленно она должна родить, и они планируют начать совместную жизнь. Он сказал, который мне замуж выйти не даст и детей не оставит, не потерпит того, который к детям может подобный дядя прийти. Другой раз так плохо становится, я одна всем мешаю. Не довольно меня - и он станет счастливым с ней и нашими детьми... [url=http://tutledy.ru/muzhchiny-i-lyubov/67-lyubov-k-zhenatomu-muzhchine.html]любовь к женатому мужчине[/url]