sábado, dezembro 01, 2007

CHEGA DE DEMAGOGIA

O primeiro-ministro pode desvalorizar o impacto da greve de ontem, pode até jogar com os números se bem lhe apetecer, o que não pode vir dizer que 2007 foi «um ano de viragem para os funcionários públicos».
As reformas encetadas pelo seu governo, e de que tanto se orgulha, senhor José Sócrates não se têm traduzido em «benefícios para o país» nem muito menos para os funcionários públicos. O senhor fala de sacrifícios nos últimos cinco anos, mas também aqui se enganou nas contas, e por defeito como é bom de ver.
Falou José Sócrates que «havia coisas que tinham que mudar e mudaram nos últimos anos, em benefício de todos os portugueses e de um futuro melhor», mas olhando para a realidade, temos a Saúde mais cara, reformas a baixarem, o ensino mais caro, os bens essenciais mais caros, os encargos com a habitação a crescerem. Onde é que estão as mudanças que beneficiaram os portugueses?
Também veio anunciar pela milionésima vez o descongelamento das carreiras, sem especificar qual a percentagem dos funcionários abrangidos, porque é ridícula, bem como das promoções e dos prémios que derivam da avaliação do desempenho, mas não vai certamente publicar os nomes e as categorias dos abrangidos por esses benefícios, porque até as pedras iriam corar de vergonha.
Isto é claramente demagogia, porque o senhor primeiro-ministro sabe muito bem que os governos não acertam há dez anos, pelo menos, na inflação, não acertaram nas previsões para este ano e seguramente não vão acertar na do próximo ano, mau grado toda a contabilidade criativa que são as contas apresentadas pelo governo, em que nem o próprio Tribunal de Contas confia.
Falemos claro, 2008 vai ser mais um ano de aperto de cinto para os funcionários públicos.

*** * ***
FOTOS DE FLORES
dvj
darknes75

*** * ***

CARTOON

Laszlo Dluhopolszky

Laszlo Dluhopolszky

16 comentários:

AnarKa disse...

Só demagogia cretina sai daqueles lados...
Lol

Tiago R Cardoso disse...

Mai uma vez os sindicatos e governo esgrimiram números.

No entanto estava na altura deste governo deixar de insultar os funcionários públicos, isto de vir dizer que agora está tudo muito bem e caminha para muito melhor, ou é uma anedota ou um insulto.

quintarantino disse...

Eu já não posso mesmo é com aquele João Figueiredo... secretário de Estado da Desumanização Administrativa!

Meg disse...

E não é só para os funcionários públicos, não, Zé. É para "quase" todos os portugueses, que vivem pior agora que há 20 anos.
Mas eles querem meter-nos os dedos pelos olhos dentro.
Já me custa dizer sempre a mesma coisa, mas não há outra forma de me manifestar, mas o pior é aue a situação não está para melhorar, garanto-te!

Acabei de ouvir agora de "famílias da dita classe média, que já estão
a recorrer a instituições para se alimentares... Onde vamos parar?

Um abraço

Meg disse...

Desculpa as gralhas, mas como não releio e estou de más catadura...

Sophiamar disse...

Sempre em grande, amigo. Os teus posts são interessantíssimos e só não gostará deles quem ache que isto está cada vez melhor. Quantos são? Os números devem ser muito pequeninos.
Beijinhos e continua.

Meg disse...

Voltei porque vim ver aquela gerbera... e os cartoons.

Um abraço

elvira carvalho disse...

Tem razão, Zé. Mas sabe, ele não vive com um ordenado como a maioria das pessoas. Ele vive com um ordenado muito superior e ainda tem quem lhe pague as despesas.
Um abraço e um bom Domingo

SILÊNCIO CULPADO disse...

Este governo é exímio em mostrar a sua versão da realidade que se afasta por completo da realidade tal como ela é. Porém com todo este patoá sempre vão caindo alguns. Talvez os suficientes para ter a reeleição garantida.

Kalinka disse...

Li mais em baixo esta frase escrita por ti, aproveito-a para dizer algo:
Em 2009 há eleições legislativas, e isso pode justificar a afirmação do senhor ministro, mas a utilização deste argumento, nas negociações dos salários para 2008é uma brincadeira de muito mau gosto, e já não convence ninguém, nem sequer aqueles que votaram neste governo.
1º - pois...daqui a um ano, nos finais de 2008 nem vai ser preciso muitas reuniões para pedir aumentos, pois havendo eleições em 2009 eles dão tudo, até nos dão a mãezinha...
2º - lamento que mesmo assim há muita «gentinha» que votará neles nas próximas eleições...
possivelmente ainda não foram queimados, porque - gato escaldado de água fria tem medo!

Sophiamar escreveu: Os teus posts são interessantíssimos e só não gostará deles quem ache que isto está cada vez melhor. Quantos são? Os números devem ser muito pequeninos.
EU DIGO-LHE QUE ESTÁ REDONDAMENTE ENGANADA - ainda há muitos que acham que isto está optimo!!!

Meu Amigo, ando furiosa com tanta hipocrisia...
Beijitos e bom fim de semana.

Anónimo disse...

tu nem me digas nada...é só mentiras esse SóCretino!

ps-adorei o ultimo cartoon ;-)

B js

A Sul

ab initio disse...

Pouco dado a políticas, vivo no entanto, e pago impostos, em Portugal.
Só não entendo como há ainda tantas pessoas que dão a primazia a estes demagógicos funcionários da política que governam.
Não acredito em sondagens, não posso acreditar que um povo seja tão pouco lúcido!

Cumprimentos.
João Lisboa
www.abinitiolisboa.blogspot.com

Laurentina disse...

Eu acredito que a grande maioria do povo portugues se anda a drogar...

Até dá raiva.

bom domingo

beijos

adrianeites disse...

sim .. chega de demagogia!

Até nos números que ambos apresentam..

bons cartoons!

SILÊNCIO CULPADO disse...

Hoje só falarei das imagens lindas que tens postadas e, sobretudo, de flores. É bom falar de flores quando se aproxima o Inverno cinzento e os políticos estão cada vez menos honestos.
Abraço Zé

Vieira Calado disse...

Estórias da carochinha (de encantar), essas da mitologia!
Também as ponho no meu blog de astronomia a propósito de constelações, planetas ou estrelas.
Um abraço