domingo, julho 29, 2007

NO CALOR DO DOMINGO

Novidades do rectângulo

*** * ***

FOTOGRAFIA AO ACASO

O mergulho by Mowiestar

Atrasado by Hynnen

*** * ***

Recebido por mail - Eça sempre actual

*** * ***
CARTOON

8 comentários:

Meg disse...

Zé,
Ainda bem que voltaste, fazes falta, todos me fazem falta.Sei que é egoísmo mas je m'en fou!
E vieste com ganas.
Dos bonecos não consigo dizer-te qual o melhor, tão diferentes e tão iguais. Mas esse Eça... não é que estava na calha para este mês que Agosto! O Conde de Abranhos vem mesmo a calhar.Mas vai sair na mesma, talbez um pouco mais tarde.
Não te importas, pois não?
Um abraço

Meg disse...

Ops... TALVEZ, claro!

Sílvia disse...

O mergulho do porco, no chiqueiro presume-se, e a dos portáteis estão fixes. O Eça... bem, é o Eça.
Bjos

Maria Faia disse...

Olá Amigo,

A sabedoria do Eça permanecerá por muito tempo, com as necessárias adaptações, é claro.

Mas, a do mergulho do porco está de morrer a rir.
Como eu gostaria de ver "rodos os porcos que conheço" mergulhar nos seus próprios chiqueiros...
É que, na maior parte das vezes, só falam dos chiqueiros dos vizinhos...

Beijo e Boa Semana

Zé Povinho disse...

Meg
Estou sempre aqui para os amigos e quanto ao Eça, olha que até foi um amigo que me enviou o boneco, e eu apenas aproveitei para o mostrar.

Sílvia
Obrigado pelo elogio e pelos comentários, a que eu muitas vezes não respondo. Perguiça!

Maria Faia
Há por aí tanto porquinho, que já não é a primeira vez que a eles recorro para os momentos de humor. Nós temos é de ter cuidado e manter a distancia dos chiqueiros ...

Abraço a todos

Vieira Calado disse...

Ah grande Eça!

Sulista disse...

Grandes cartoons! :-D
e o Goraz no seu melhor!! Ehehehe...eu é que não me candidato a um portátil governamental ;-)

Ando a 'fabricar' um cartoon para o meu bloguito...mas demora com este calor e sorna ;-)

Abraços*******

Meg disse...

Estava tão entusiasmada com o teu regresso que o comentário ficou escrito em "português das Ingombotas". Tanta asneira em tão pouca linha... as minhas desculpas, Zé.
Um abraço