quarta-feira, junho 13, 2007

SANTO ANTÓNIO

Segundo muitos terá nascido em Lisboa em 1195, e o seu nome de baptismo teria sido Fernando de Bulhões y Taveira de Azevedo. Acredita-se que fosse descendente de uma família oriunda de França.
Após breve período como religioso da Ordem dos Cónegos de Santo Agostinho, ingressou, em Coimbra, para a Ordem Franciscana, que o conquistou pelo seu ideal missionário. Ao mudar de Ordem Religiosa mudou também de nome, passando a se chamar António.
Uma vez descoberta sua grande queda pela oratória e sua aptidão para o ensino, São Francisco de Assis, em pessoa, vendo a necessidade de proporcionar aos futuros missionários uma instrução que os colocasse à altura do ministério sagrado, nomeou António para a tarefa. Veio a revelar-se mais tarde um óptimo mestre de teologia, já em Itália.
Santo António veio a falecer em Arcella, nos arredores de Pádua, numa sexta-feira dia 13 de Junho de 1231.

Nota do Zé – Não sou um grande conhecedor da história de Santo António, de Lisboa ou de Pádua, consoante as versões, mas esta foi a que me chegou através dum pároco com quem troquei umas impressões sobre este personagem religioso. Achei interessante e até bastante controversa, pelo que decidi publicá-la.


Igreja de Santo António de Lisboa, Lisboa, Portugal. In wikipedia

4 comentários:

Meg disse...

Pois é, Zé... nós não bebemos desta água, nem destas tradições.
Mas contigo, hoje, sempre fiquei a saber um pouquinho mais.
Um abraço

Sílvia disse...

Se não te conhecesse diria que hoje estavas muito religioso. Pois é, trata-se da quadra em que estamos e assim compreendo-te.
Bjos

o guardião disse...

Até parece que és muito festivo, mas pelo que sei tiveste de trabalhar hoje porque o padroeiro até é outro.
Abraço

adrianeites disse...

o conhecimento dá sempre jeito!
cp´s