domingo, março 04, 2007

HÁBITO DE LER

Desde a minha juventude sempre gostei de passar os olhos pelos títulos dos jornais e de me entreter a ler as notícias que me interessavam. O mundo era diferente, a informação era difundida pelos jornais e pelas rádios e as notícias careciam de interpretação, porque nem tudo era noticiado devido à censura.
Hoje temos excesso de oferta, muito lixo informativo e muita propaganda de marcas, empresas e até do governo, disfarçada de notícia e de actualidade. É indispensável fazer uma triagem e procurar notícias e não comentários sobre as mesmas.
Continuo a comprar jornais em papel, a ouvir a rádio no automóvel e a ver telejornais na televisão, isto apesar de consultar notícias nos sítios das grandes agências informativas, aqui na Net. Os semanários têm a minha preferência porque em geral separam a notícia do comentário, acrescentando a isso entrevistas e reportagens com interesse.
Hoje estava interessado n’Os grandes portugueses e na polémica à volta desse programa, mas depressa me desviei do assunto e fui ler uma entrevista a António Barreto, e confesso que além de ter gostado, perdi a vontade de continuar a ler os jornais, pelo menos por hoje, para não baixar o padrão de qualidade da minha leitura diária.


*** * ***
FOTOS


*** * ***

CARTOON

O petróleo baixou?

2 comentários:

Anónimo disse...

O hábito de ler jornais em papel está em queda, mas é sempre agradável saber que ainda há quem o faça.

o guardião disse...

O crude pode baixar de preço, a gasolina é que responde mais devagar - FALTA DE OCTANAS.