sexta-feira, dezembro 08, 2006

NOTÍCIAS DE HOJE


ATÉ PODE SER LEGAL, MAS...


Espírito Santo Saúde contrata Maria de Belém


A deputada Maria de Belém foi contratada pela empresa Espírito Santo Saúde para dar pareceres sobre a estratégia na área de saúde. Em declarações ao semanário Sol, a ex-ministra da Saúde admitiu que tem uma avença e garantiu que a função não é incompatível com o cargo de deputada.
«Apesar de não ter uma remuneração regular, decidi não ter exclusividade na Assembleia. Por isso, posso trabalhar para ouros sítios», referiu.
Maria de Belém, além de deputada socialista, assume actualmente a presidência da Comissão Parlamentar da Saúde.
Diário Digital 08-12-2006 11:27:37



Estudo: Mais de metade considera classe política corrupta


Mais de metade dos portugueses considera que a corrupção afecta largamente a vida politica do País, revelou, quinta-feira, um estudo da organização Transparência Internacional (Transparency International-TI).
O estudo da organização não-governamental foi apresentado em Berlim e procurou mostrar como a corrupção afecta a vida das pessoas comuns, em 62 países, tanto na forma como na extensão.
O Barómetro Global da Corrupção 2006 analisou países da União Europeia e Europa de Leste, Sudoeste Europeu, África, América Latina, Ásia e Pacifico, América do Norte e Estados recentemente independentes.
Em relação a Portugal, o barómetro revelou que 2% das pessoas inquiridas admitiu ter pago um suborno nos últimos doze meses.
Neste parâmetro, a Albânia, os Camarões, o Gabão e Marrocos são os países onde mais pessoas (40%) admitiram ter pago subornos.
Por outro lado, o barómetro revelou também que entre 51 a 70% dos portugueses que participaram neste estudo consideram que a corrupção afecta largamente a vida politica do País.
Áustria, Dinamarca, Luxemburgo, Malásia, Suécia, Suiça, Países Baixos, Noruega e Finlândia são os países onde esta percentagem é mais baixa (entre 11 e 30%).
Nesse sentido, 39% dos portugueses entende que o actual Governo não tem tido uma acção efectiva no combate à corrupção, enquanto 10% partilha da opinião que não só não têm combatido eficazmente como a encorajam.
De uma maneira geral, de acordo com o barómetro, a maioria das pessoas têm uma má opinião da acção anti-corrupção do seu Governo.
Apenas uma em cinco pessoas nos Estados Unidos da América (EUA) e na União Europeia (UE) considera ter um Governo eficaz no combate à corrupção, ao mesmo tempo que uma em cinco pessoas, nos EUA, e uma em sete, na UE, é da opinião que o seu actual Governo encoraja a corrupção.
Dividindo a corrupção por sectores afectados, os portugueses não tiveram dúvidas em destacar os partidos políticos e o sector empresarial privado como os mais corruptos, com 3,9 e 3,8 pontos respectivamente, sendo que 1 ponto é o menos corrupto e 5 pontos significa extremamente corrupto.
Logo a seguir vem a administração fiscal, com 3,6 pontos, o sistema legal/justiça, com 3,4 pontos, e o Parlamento e a polícia com 3,3 pontos.
Diário Digital / Lusa
08-12-2006 9:35:00

5 comentários:

Anónimo disse...

A Mariazinha de Belém não fez mais do que os seus antecessores, aproveitou a oportunidade de ganhar mais uns carcanhóis ajudando o BES na senda do lucro. É de lucro que falo, porque os bancos não são instituições de caridade. Quanto aos doentes, porque carga de água é que ela se devia preocupar?

Riso Amarelo disse...

Corruptos, os políticos portugueses? Não, só pode ser uma cabala internacional para denegrir o Sócrates.

Anónimo disse...

Falam do futebol e da sua promiscuidade com a política, que tal começarem a reparar na promiscuidade dos políticos com as áreas que tutelaram e sobre as quais tomam decisões?

Anónimo disse...

Eu até gostava da Mariazinha, ela é que não me ligou nenhuma e preferia o "chefe", mas este acabou por deixá-la apeada. Cá se fazem, cá se pagam!

Risota disse...

Então o ministro das doenças cria incompatibilidades para os médicos e não vê o absurdo da situação da Mariazinha?
Este país é uma galhofa.