sábado, novembro 04, 2006

HUMANIZAR A SAÚDE


5 comentários:

Ana disse...

Fecho de urgências, maternidades, centros de saúde,baixa na comparticipação de medicamentos, mais descontos para a ADSE, taxas para todos os que trabalham em operações e internamentos, o que falta ainda fazer para destruir o Serviço Nacional de Saúde, sr. ministro?
Já tem assegurado o cognome de coveiro do SNS, só é pena é que também vai ter lugar garantido num qualquer grupo económico com interesses na área da Saúde. Já estamos acostumados.

Anónimo disse...

Pagar, pagar,pagar...
Este é verbo mais conjugado pelo ministro das doenças

Cangalheiro disse...

Porque porta entra o ministro? Quanto paga? Claro que não me refiro a hospitais públicos, mas privados ...

Anónimo disse...

Quem engorda com a Saúde?
Os tais "gestores competentes" bem pagos que aumentam o défice do sector e que exigem que os utentes paguem ainda muito mais. Então não foram contratados para diminuir os custos (gorduras à PS) melhorar a eficácia e diminuir as listas de espera? Não tendo atingido os objectivos proposto (isso foi anunciado publicamente) ainda não pediram a demissão nem foram demitidos? Este país é uma vergonha!

Lol disse...

Você disse urgente? Urgente é correr com os galifões que nos sacam até ao tutano.