domingo, novembro 19, 2006

CULTURA DE SUBSÍDIOS




Um dos maiores problemas da Cultura em Portugal é que a discussão de qualquer tema gira sempre em torno dos subsídios. Os responsáveis, tanto ao nível governamental quer autárquico, esgrimem números dos subsídios atribuídos ou a atribuir como se tudo se resumisse a este factor.A dependência dos subsídios vira os agentes culturais uns contra os outros e, com discursos de rigor e parcimónia, aparecem ministros e autarcas dando prebendas a quem bem entendem, quase sempre com critérios discutíveis.




3 comentários:

Xico disse...

O Rio e a ministra são dos cromos mais gozados na Net, um por ser demasiado autoritário a outra por gostar de festas.
Cada um é como cada qual e ninguém é como que evidentemente.

Anónimo disse...

Já não há Festa da Música, menos uma inauguração para Isabel Pires de Lima.
Pindéricos!

Sintrense disse...

Os Dias da Música têm 400 mil euros portanto ainda há folga para um cocktail(zito).